ivc.png

unilages.jpg

Comércio de SC fecha primeiro semestre com crescimento de 2%

Estado teve o terceiro melhor desempenho do país no período. Bons resultados em maio e junho ajudaram no desempenho do varejo catarinense

RCN por CO

Segundo pesquisa divulgada pelo IBGE nesta quarta-feira (12), o comércio varejista de Santa Catarina cresceu 12,7% em junho na comparação com o mesmo período do ano passado. Este foi o quinto melhor desempenho do país, atrás apenas do Pará (17,9%), Piauí (16,9%), Tocantins (15,3%) e Maranhão (14,3%). 

Dos 11 setores pesquisados, sete registraram crescimento. As maiores altas foram registradas nos setores de eletrodomésticos (32,7%), de móveis (30,7%) e de supermercados e hipermercados (25,8%). Já as principais quedas aconteceram nas áreas de livros e papelaria (-31,4%), de materiais para escritório, informática e comunicação (-20,5%) e de combustíveis e lubrificantes (-11,1%). 

"Durante a pandemia, os consumidores deixaram de comer fora de casa e começaram a comprar mais produtos em supermercados, o que impulsionou as vendas do setor. Além disso, boa parte dos valores recebidos com o auxílio emergencial são gastos em alimentação, o que também contribuiu para o crescimento dos mercados", explicou o João Carlos Dela Roca, assessor institucional da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de SC (FCDL/SC). 

Primeiro semestre 

O bom desempenho nos meses de maio (6,4%) e junho (12,7%) ajudaram o varejo catarinense a fechar o primeiro semestre com alta de 2%. O resultado foi o terceiro melhor do país, atrás apenas do Mato Grosso (2,9%) e de Tocantins (2,5%). 

Além desses três estados e do Mato Grosso do Sul (0,4%), todas as outras 23 unidades da Federação registraram queda no período. A média nacional ficou em -3,1%. 

Os principais destaques de Santa Catarina no semestre foram os setores de hipermercados e supermercados (13%), eletrodomésticos (11,1%) e produtos farmacêuticos (7,2%). Apesar do crescimento, setores importantes para o varejo catarinense como vestuário e calçados (-5%), eletrodomésticos (-2,7%) e combustíveis e lubrificantes (-2,4%) caíram no período. 

"Um outro aspecto que contribuiu com o bom resultado é fato de que os lojistas estão se adaptando ao novo cenário. Os comerciantes catarinenses estão se reinventando, começando a vender pela internet ou de outras formas para poder manter os seus negócios mesmo em meio a crise", completou Dela Roca. 

No varejo ampliado, o resultado de junho também foi positivo para Santa Catarina. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o setor de veículos e peças cresceu 51,5% e o de materiais de construção subiu 18,4%. O acumulado do ano também é de alta: 6,2% para veículos e peças e 4,8% para materiais de construção.





correiootaciliense




Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense