ivc.png

VOLTA ÀS AULAS

Pais se organizam para gastar menos com material escolar

21 Janeiro 2019 11:11:00

Produtos estão 8% mais caros que em janeiro do ano passado

EBC por CO
Foto: Arquivo / EBC

Grupos de WhatsApp e feiras de troca ajudam mães, pais e responsáveis a economizar na compra do material escolar. Com itens cada vez mais caros, famílias recorrem a ajuda de outros pais para completar a lista. 

A comerciante Kátia Rodrigues, 53 anos, criou quatro grupos no WhatsApp, dois para compra e venda de livros, um para uniformes escolares e um para compra de materiais de papelaria. A poucos dias para o início das aulas, ela finaliza as compras: "Estou indo agora na papelaria, onde conseguimos desconto, e depois vou à casa de uma mãe, para buscar o uniforme que comprei", disse. 

Com três filhos, Guilherme, 22 anos, Giovanna, 15 anos e Felipe, 14 anos, Kátia faz um malabarismo anual para economizar no material escolar. Hoje Felipe já está na faculdade, mas as reuniões com outros pais começaram quando mais velho ainda estava na escola. 

Além dos grupos no WhatsApp, ela já organizou duas feiras de troca em Brasília. "As pessoas levavam cangas e colocavam os materiais ali". 

Neste ano, ela reuniu um grupo de pais e conquistou para o coletivo um desconto de 6% em uma das papelarias da cidade. "Essa organização gera uma economia para os pais. Além disso, tem a questão do impacto ecológico. Os livros e as roupas são adequadamente reutilizados. Para o meio ambiente é ótimo", afirmou. 

Economia 

A engenheira Nandeir Viana, 49 anos, também é uma das integrantes de grupos de trocas no WhatsApp. Este ano, ela arrecadou R$ 675 com livros usados pelas filhas em anos anteriores. Dinheiro que ajudou a pagar os quase R$ 5 mil que gastou com os livros didáticos das duas filhas, Aline, 11 anos, e Amanda, 14 anos, para este ano.

Nadeir conta que doou, vendeu e trocou livros em grupos e feiras. "Tem livro que comecei vendendo por R$ 60, depois passou para R$ 50. Agora já estou aceitando R$ 10. Vendi muito livro paradidático no troca-troca. O preço padrão nos grupos é de R$ 20, mas a gente faz descontos, vende três por R$ 50", explicou. 

"É interessante porque está todo mundo nessa situação. A gente vende barato para comprar barato na ideia de que a mercadoria se propague. Não faz sentido ficar com livro em casa quando ele já foi usado. Passa para outra pessoa", afirmou. 

Reajustes 

De acordo com a Associação Brasileira de Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares (Abfiae), em geral, o material escolar está 8% mais caro que no ano passado. Esse aumento é puxado principalmente por artigos importados como mochilas e estojos, que estão, em média, 10% mais caros. Cadernos e outros produtos de papel, aumentaram entre 6% e 8%.

Segundo o presidente da Abfiae, Sidnei Bergamaschi, os aumentos se deram principalmente pela variação do dólar e pela alta no preço da matéria-prima do papel. 

"Uma dica importante é estar atento à qualidade do material. Muitos produtos, muitas categorias possuem certificação obrigatória do Inmetro [Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia]. O material tem que durar todo o ano. No início do ano, um produto pode parecer mais caro que outro, mas vai durar o ano inteiro, sem precisar comprar um novo", opinou. 

Direito do Consumidor 

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) preparou uma lista de dez dicas para economizar na volta às aulas.

Segundo o Idec, os responsáveis devem avaliar a lista de materiais escolares com cuidado. Muitos itens utilizados em anos anteriores, como estojo, régua, tesoura, mochila, podem ser reaproveitados. Além disso, por lei, as escolas não podem solicitar produtos de uso coletivo, como os de higiene, limpeza, copos e talheres descartáveis, grandes quantidades de papel, grampos, pastas classificadoras, entre outros exemplos. 

"O custo de material de uso coletivo deve ser considerado no cálculo do valor das anuidades escolares e não pode ser repassado aos alunos nas listas de materiais, porque já compõe o preço da mensalidade", diz o Idec.   

O Idec recomenda também fazer pesquisa de preços em pelo menos três locais e evitar personagens infantis, pois esses itens são mais caros e, além disso, podem distrair a atenção da criança na aula. 

Na hora de pagar, é importante exigir a nota fiscal com discriminação do produto adquirido: sua marca e preço individual e total. O preço praticado no cartão de crédito deve ser igual ao cobrado à vista.



Leia Mais


13 Fevereiro 2019 11:15:00

Autor: Elaine Leal

28 Janeiro 2019 10:29:10
EDUCAÇÃO

Ao todo, o Sisu oferece, nesta edição, 235.461 vagas em 129 instituições públicas de todo o país.

Autor: EBC por CO

24 Janeiro 2019 10:00:00
QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Curso tem nível médio com reconhecimento do Ministério da Educação.


21 Janeiro 2019 16:50:00

Pesquisa mostrou que gasto médio em Santa Catarina será de R$ 286,53 este ano, contra R$ 265,37 de 2018. Maioria pretende pagar à vista

Autor: Rede Catarinense de Notícias

21 Janeiro 2019 11:11:00
VOLTA ÀS AULAS

Produtos estão 8% mais caros que em janeiro do ano passado

Autor: EBC por CO

07 Janeiro 2019 10:15:00
EDUCAÇÃO

As inscrições devem ser feitas no Sistema de Ingresso do IFSC até 17 de fevereiro de 2019. Para a maioria dos cursos a seleção é por sorteio público.

Autor: ASSESSORIA POR CO

11 Dezembro 2018 09:50:00


06 Dezembro 2018 09:32:00

Autor: Elaine Leal

03 Dezembro 2018 16:33:00
EDUCAÇÃO

Na primeira chamada, 1000 efetivos ingressaram em fevereiro deste ano.

Autor: Assessoria de Imprensa por CO

19 Novembro 2018 13:27:00
PROCESSO SELETIVO

Entre 10 e 12 de dezembro, os candidatos da seleção da Udesc realizarão uma prova escrita e outra didática, além de passarem por avaliação de títulos.

Autor: Assessoria de Imprensa por CO

13 Novembro 2018 15:02:00

O objetivo é estimular o adolescente a ter um novo olhar sobre o universo das artes. Depois de participar de oficinas, os alunos grafitam os muros da escola.

Autor: Elaine Leal

03 Novembro 2018 16:24:00

Autor: Agência Brasil por CO

22 Outubro 2018 17:20:14


15 Outubro 2018 10:36:00

Autor: Agência Brasil por CO

15 Outubro 2018 10:11:00
EDUCAÇÃO

Serão oferecidas 1.111 vagas em 12 cidades.

Autor: Assessoria IFSC por CO

04 Outubro 2018 15:33:00

O ensino médio é o grande gargalo da educação básica brasileira. É a etapa que concentra os piores indicadores escolares

Autor: Agência Brasil por CO

26 Setembro 2018 15:56:00
REDE DE SEGURANÇA ESCOLAR

Esse projeto é uma proposta da PM, por meio do programa Rede de Segurança Escolar.

Autor: Assessoria por CO

21 Setembro 2018 14:45:00
CURSOS IFSC

Para o Câmpus Lages, são 260 vagas.

Autor: Assessoria por CO

17 Setembro 2018 16:34:00
VESTIBULAR

A data final para pagar a taxa de inscrição, de R$ 110, será 1º de outubro.

Autor: Assessoria por CO

15 Setembro 2018 12:10:00
EDUCAÇÃO

Autor: Assessoria PMP por CO





correiootaciliense




Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense