ivc.png

As mudanças da vida que geram crescimento: a história de uma professora 'especial'.

19 Dezembro 2018 16:47:00

Elaine Leal


A professora de educação especial Nadia Campos, 41 anos, tem toda sua raiz familiar em Otacílio Costa, entretanto, quando nasceu seus pais estavam morando no Paraná e retornaram em 1982 para a Capital da Madeira. Ela, que vem de uma linhagem de caminhoneiros e professoras, nos contou que seu pai começou a trabalhar com transporte quando fez um carrinho de madeira para levar as compras das clientes de uma mercearia. "Na minha família os homens são caminhoneiros e as mulheres professoras. Quando escolhi fazer a faculdade de Educação Física, meu pai me lembrou de toda a dificuldade da carreira, mas era o que eu amava", falou. 

Aos 24 anos, um pouco antes de terminar a faculdade, Nadia fez um concurso público para trabalhar na cidade de Curitibanos. Aprovada, nossa personagem foi viver uma das primeiras mudanças e desafios de sua vida, ir morar e trabalhar em uma cidade que ela nem sabia onde ficava. Nunca havia passado muito tempo fora de casa, porém resolveu explorar outros lugares. "Eu sou a caçula de três irmãos e sempre fui superprotegida e cuidada em casa, mas agora estava indo sozinha para uma terra da qual pouco sabia", explicou.

Lá foi Nadia, jovem, recém-formada e cheias de sonho para lecionar sua paixão, educação física, para crianças. Depois de seis anos trabalhando como professora de educação física, um problema no joelho a tirou da "jogada". Era, segundo o médico, o fim de sua carreira na área.

Na crise me reinventei

"Em Curitibanos, fiz um trabalho muito legal, todavia o problema no joelho me impediu de lecionar o que eu amava", declarou.

A professora passou por um período de profunda crise, no qual, segundo ela, se sentiu perdida e deslocada de seu propósito. Foi realocada para trabalhar na secretaria da escola, mas estava longe da sala de aula. "Eu tinha que me reinventar", expressou.

Foi quando, no mesmo período de seu infortúnio, por volta de 2005, as crianças da educação especial passaram a frequentar o ensino regular. Segundo Nadia, na época, quase não havia docentes preparados para fazer aquele trabalho, pois era algo que não se esperava.


Olhando para a necessidade das crianças e adolescentes, que tinham chegado de "paraquedas" nas salas, resolveu fazer um trabalho com eles. Os levava para o laboratório de informática e buscava outras atividades que fizessem algum sentido para aquelas crianças. "Não havíamos tido uma disciplina na faculdade sobre como trabalhar com crianças e adolescentes especiais, mas eles estavam ali e buscamos dar o nosso melhor", ressaltou.

A mudança aconteceu, de professora de educação física para professora de educação especial. Ela percebeu que aquele era seu novo desafio e foi se especializar, fazer cursos e buscou todas as formas se aprimorar na área. Quando percebeu, havia uma nova paixão em seu coração, a educação especial.

Uma nova mudança estava por vir, depois de 13 anos em Curitibanos, a saudade e a preocupação com os pais a fizeram pensar em voltar para Otacílo. "O conflito entre querer voltar para perto dos meus pais e ter que abrir mão de uma carreira efetiva na educação foi enorme", relembrou, porém os laços familiares falaram mais alto e ela pediu exoneração do cargo. De volta à terra natal em 2015, se sentiu uma estranha no ninho. Seria preciso escrever uma nova história. Ela fez concurso e saiu entregando currículos na cidade. "Deixei a vida que tinha em Cuiabanos e, mais uma vez, tive que começar tudo de novo. Foi um tempo de construção e desconstrução", comentou. Na cidade, Nadia começou a trabalhar com educação especial no ano de 2016.


A mudança chegou com novos desafios, novas pessoas para conhecer, novo emprego, novos alunos, mas para nossa professora "mudanças sempre geram grandes oportunidades, ensinos e crescimento".


Imagens

Foto: Divulgação/Arquivo pessoal
Foto: Divulgação/Arquivo pessoal
Foto: Elaine Leal


Lista da editoria


11 Janeiro 2019 10:45:00

Autor: Secom/ SC

03 Janeiro 2019 12:26:36


30 Dezembro 2018 22:12:00

Correspondência foi um dos assuntos mais comentados na última semana e tocou coração de milhares de internautas

Autor: Fonte: Portal Éder Luiz

30 Dezembro 2018 20:40:00

Uggioni completa a equipe do 1º escalão do Governo de Moisés

Autor: Coordenador de Comunicação SC : Ricardo Dias

24 Dezembro 2018 11:30:00

Autor: Robson Ribeiro por CO

21 Dezembro 2018 15:44:50
FESTA NATALINA

Autor: Assessoria de Imprensa por CO

21 Dezembro 2018 15:36:00
PROMOÇÃO NATALINA

Evento acontece na quarta-feira, 26.

Autor: Robson Ribeiro

21 Dezembro 2018 14:39:00

Autor: Elaine Leal

21 Dezembro 2018 14:28:00

Autor: Elaine Leal

20 Dezembro 2018 18:39:00

Autor: Elaine Leal

20 Dezembro 2018 15:59:12

Autor: Correio Otaciliense

20 Dezembro 2018 11:07:47

Autor: Agência Brasil por CO

20 Dezembro 2018 10:48:00
POLÍTICA

Será a terceira vez que Garcia assume a presidência da Alesc.


19 Dezembro 2018 23:53:00

Há vagas para Otacílio Costa e Lages


19 Dezembro 2018 17:01:09

Decisão pode beneficiar diversos presos, como o ex-presidente Lula

Autor: Agência Brasil por CO

19 Dezembro 2018 16:47:00

Autor: Elaine Leal

17 Dezembro 2018 19:07:00
TEMPORAL

Várias residências foram destelhadas no município.


14 Dezembro 2018 11:30:00


13 Dezembro 2018 14:39:00

Autor: Elaine Leal / CO

13 Dezembro 2018 14:17:00

Vendas de Natal devem aumentar em relação ao ano passado

Autor: Robson Ribeiro/ CO





correiootaciliense




Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense