ivc.png

Aterro provoca medo em vizinhos de terreno em Otacílio Costa

Eles foram no jornal Correio Otaciliense na terça-feira, 19, para fazerem a reclamação.

Elaine Leal

Aterro provoca medo em vizinhos de terreno em Otacílio Costa

Quando se fala em enchentes, um grupo de moradores do bairro Pinheiros, em Otacílio Costa, tem histórias de grandes perdas para contar. Segundo os otacilienses, nos últimos dias o aterramento de um terreno próximo às margens do Rio Desquite e das residências onde moram tem tirado o sono deles ao pensarem que, no próximo período chuvoso, uma tragédia ainda pior pode acontecer. Eles foram no jornal Correio Otaciliense na terça-feira, 19, para fazerem a reclamação.

Alisson Rodriguez dos Santos, que mora há mais de 15 anos no bairro, falou que no último ano em que houve uma enchente a casa dele e de vizinhos foram atingidas. Ele afirmou que o aterro já está com mais de quatro metros de altura, o que pode fazer com que até as casas que não eram atingidas pelas enchentes poderão ser, porque as casas ficam abaixo. "Tem muitas casas que só dá para ver um pedaço do telhado, de tão alto que está o aterro. Minha casa, na última enchente, ficou totalmente coberta. Como será agora? Nossa reclamação é que foi feito e ninguém viu isso. O dono do aterro está tendo noção do prejuízo que vai dar para as pessoas? Eles trabalham ali de domingo a domingo até tarde da noite", reclamou.

Moradora da localidade há quatro anos, Fernanda Souza contou que, há três, teve a casa invadida pelas águas dos temporais e perdeu tudo. "Vai ficar ruim para todos os moradores. Procuramos falamos com prefeito hoje para saber o que pode ser feito e estamos aguardando resposta. Esse aterramento vai causar uma tragédia".

Resposta da prefeitura

O prefeito de Otacílio Costa, Luiz Carlos Xavier, explicou que o dono do terreno em questão havia feito um pedido, na Secretaria de Meio Ambiente, de trafegabilidade de terra, o qual foi concedido. Não havia solicitação de permissão para fazer aterramento, até porque o plano diretor do município não disciplina sobre a questão.

Ele pontuou que, na terça-feira, 19, um fiscal da prefeitura foi ao local e encontrou o aterro a 10 metros da margem do Rio Desquite, o que não é permitido por lei. O dono do terreno será notificado e terá que parar com a atividade. O gestor pontuou ainda que é necessário o proprietário do local solicitar as devidas licenças ao Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA).

Procuramos o dono do terreno, que preferiu não se manifestar.





correiootaciliense




Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense