ivc.png

Entre os perigos da selva e os desafios da escola

21 Novembro 2018 11:14:00

Nossa personagem da semana, diretora de escola otaciliense, descobriu entre crianças de um vilarejo, o valor da perseverança e do trabalho.

Elaine Leal


Ela veio de uma família simples e faz questão de deixar isso bem claro. "Meu Pai - disse orgulhosa nossa personagem - era guarda de banco, estudou até o terceiro ano primário, e minha mãe, que só fez a primeira série, era dona de casa e ainda passava roupa para fora".

Natural de Curitibanos e nascida há 48 anos, Rita Aparecida Campagnaro relembrou que seu uniforme nunca foi perfumado, uma vez que a família não possuía condições financeiras para comprar amaciante de roupas, mas no que tange à limpeza e ao capricho era perfeito.

Não foi a sorte que abriu as portas do Colégio Santa Terezinha para ela, mas, como ressaltou, foi obra de Deus, pois na instituição, as vagas eram para famílias que tinham mais condições financeiras. Após uma breve experiência numa empresa, Rita ouviu o conselho da mãe e do esposo, que a fez recordar do amor pelo ensino às crianças. Ela voltou a estudar no Colégio Santa Terezinha, desta vez para se habilitar para o magistério. "Passei a estudar de tarde e de manhã trabalhava na escola, substituindo os professores. Descobri que aquela era minha vocação", afirmou.

Ali aprendi a ser mais humana

 Em 1991, Rita acompanhou o marido, que foi convidado para fazer parte de um projeto no distrito de Guariba, no norte de Mato Grosso. Eles foram morar e trabalhar em um assentamento, onde trabalhou entre indígenas, mateiros, garimpeiros e feras da natureza. Como professora alfabetizadora tinha, em sua responsabilidade, uma turma mista de 40 alunos, entre a 1º e 4º série do fundamental e compartilhavam a mesma sala de aula.

"Tinha muitas necessidades na região e para sobreviver era necessário um ajudar o outro. Peguei Malária e só quem tinha os remédios eram os garimpeiros. Cada grupo de pessoas ajudava o outro, ensinava alguma coisa para o outro. Os mateiros nos ensinavam a caminhar na mata, se livrando dos animais peçonhentos e demais perigos", relembrou.

Uma das maiores experiências de Rita foi observar três crianças, com idades entre nove e 12 anos, que andavam 14 quilômetros para chegar na escola, enfrentando no caminho perigos como onças, cobras, macacos, dentre outros. "Que crianças! Que perseverança! Como eu aprendi com eles. Voltamos para Curitibanos desempregados, mas com muita experiência", afirmou.

Em Otacílio Costa, da venda à direção escolar


Em 2001, nossa personagem chegou em Otacílio Costa, onde foi trabalhar como vendedora. Já no ano seguinte, passou em um concurso para professora alfabetizadora. Por aqui, a primeira escola que trabalhou foi a Pedro Alvares Cabral. Ela lecionou em muitas outras depois.

Como diretora, a primeira experiência foi em 2006 no atual CEI Mariazinha. Em 2016, a secretária de Educação a convidou para trabalhar no apoio Pedagógico da escola Marechal Rondon, onde conheceu um aluno de 15 anos que estava na sexta série e ainda não sabia ler. Rita fez do aluno seu grande desafio. "Trabalhei com ele dois anos. Foi gratificante ver aquele aluno lendo e entendendo o texto. Ele via os amigos indo para as outras séries e ele ficando, mas juntamente com a gestão escolar da Rondon ajudamos esse e outros alunos a serem alfabetizados", finalizou.

Rita é formada em Pedagogia, curso a faculdade de letras e, este ano, foi convidada para assumir a diretoria do CEI Marlene, no bairro Fátima.


Imagens

Foto: Elaine Leal
Foto: Elaine Leal
Foto: Elaine Leal


Lista da editoria


08 Dezembro 2018 17:52:00

Autor: Elaine Leal

07 Dezembro 2018 09:47:00

Autor: Elaine Leal

06 Dezembro 2018 19:12:00

O produto é genuíno do município.


03 Dezembro 2018 17:53:00

Autor: Elaine Leal

01 Dezembro 2018 10:54:00


30 Novembro 2018 09:39:07

As provas serão aplicadas nas escolas básicas municipais Pedro Alvares Cabral e Marechal Rondon.


28 Novembro 2018 15:20:00

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defende a suspensão do indulto.

Autor: Agência Brasil por CO

28 Novembro 2018 14:27:00

Ele é o fotografo que acompanhou a transformação da Capital da Madeira de Distrito para Município de Otacílio Costa.

Autor: Elaine Leal

24 Novembro 2018 20:56:00

Autor: Elaine Leal

23 Novembro 2018 09:35:00
CONTRA A CORRUPÇÃO

Combate à corrupção e aos atos infracionais serão intensificados

Autor: Elaine Leal

22 Novembro 2018 10:22:40

Desde cedo policiais civis cumprem mandados em 18 estados e no DF

Autor: Agência Brasil por CO

22 Novembro 2018 08:25:31
SEGURANÇA

Há recursos garantidos para manter a operação em 61 dos 295 municípios catarinenses.

Autor: Secom POR CO

21 Novembro 2018 11:14:00

Nossa personagem da semana, diretora de escola otaciliense, descobriu entre crianças de um vilarejo, o valor da perseverança e do trabalho.

Autor: Elaine Leal

19 Novembro 2018 13:56:00
LAGES

Atualmente, há 38 internos no Case e 11 na CSL10, em cumprimento de internação e semiliberdade, respectivamente.

Autor: Assessoria de Imprensa por CO

14 Novembro 2018 13:40:00
CAMPANHA

O intuito é alertar a população para que haja um bom senso dos motoristas no trânsito.

Autor: Secom POR CO

14 Novembro 2018 11:16:00

Autor: Elaine Leal

12 Novembro 2018 19:31:00

Conheça a história do radialista otaciliense, Lauro Noihaus

Autor: Elaine Leal/ CO

12 Novembro 2018 11:04:00

Cada kit custa 7 mil reais, mas os moradores contemplados receberão gratuitamente.

Autor: Elaine Leal

09 Novembro 2018 17:05:00

Autor: Robson Ribeiro/ CO

08 Novembro 2018 16:25:00
Ação Civil

A ação foi ajuizada pela Promotoria de Justiça da Comarca de Taió.

Autor: Assessoria MPSC por CO





correiootaciliense




Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense