ivc.png

Família cubana faz de Otacílio Costa seu lar

Elaine Leal
Foto: Elaine Leal

Dia 25 de junho é comemorado o Dia do Imigrante. Nas terras otacilienses existem diversas famílias de origem italiana, alemã e de outras nacionalidades. Nesta matéria, iremos contar a história de uma cubana. 

Ela, que já é bem conhecida de todos os otacilienses, está no Brasil, em Otacílio Costa desde 2017, e veio trabalhar como médica pelo programa Mais Médicos. A Doutora Aylín Arias chegou sozinha, mas hoje, seu esposo Ismel Acosta e o filho, que nasceu no Brasil, Lian Arias Acosta, de apenas sete meses, completam a família. Vieram para dar suporte financeiro para os familiares, que ficaram em Cuba. "Fomos vendo como era o costume. O povo otaciliense parece com o meu: cidade pequena e pessoas bem acolhedoras", disse Aylín.

Ainda falando 'portunhol', Ismel nos disse que é treinador e lutador de boxe. Aqui, não trabalhou em sua profissão por questões de documentação, que ainda está sendo validada. "Trabalho no que aparece para sustentar a família. Meu último serviço aqui foi em um mercado e já atuei em outras áreas", ressaltou.

Quando perguntados sobre a maior diferença, falaram do clima. Cuba é um país quente e as terras otacilienses são conhecidas pelas temperaturas baixas. Eles, que se adaptaram às pessoas e costumes, agora estão se acostumando ao frio da Capital da Madeira, mas não escondem que sentem falta da família e da vizinhança cubana. "Lá caminhamos pela rua e as pessoas vão chamando. Um vizinho pede algo ao outro, à noite as crianças ficam nas ruas e os vizinhos saem para conversar. Não há diferença de classes. Sinto muita falta da família e amigos", disse a médica.

Costumes que trouxeram e amigos que fizeram

Aylin ressaltou que, acostumada a temperatura cubana, mesmo com clima mais frio gosta de usar as roupas típicas caribenhas. Além disso, sua comida é preparada à moda cubana. Usando alguns temperos diferentes. Ismel ressaltou que traz de seu país o charuto e a cachaça.

No novo lar, fizeram amigos e conheceram a bondade de muitos otacilienses. "Recebemos o amor e o carinho das pessoas em Otacílio Costa. Semana passada, fui em um lugar e quando cheguei as pessoas começaram a falar: Ah, minha médica. Muitos nos ajudaram", afirmou.

Atualmente, ela está esperando para fazer a prova do revalida, para poder exercer sua profissão, porém ainda não há data marcada para a realização do exame.







correiootaciliense




Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense