ivc.png

Governo sanciona novas regras de segurança e saúde no trabalho

Divulgação
Foto: Divulgação

O Governo Federal, por intermédio da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, publicou na semana passada as Portarias nº 915 e 916/2019, que tratam sobre a atualização de regras que regulamentam as relações de trabalho no Brasil.

As atualizações apresentadas se referem à Normas Regulamentadoras (NRs) de Segurança e Saúde no Trabalho, além da consolidação e simplificação de alguns decretos trabalhistas, com o intuito de esclarecer e racionalizar as regras já existentes.

A intenção é de que haja a modernização de todas as 36 NRs vigentes. Entretanto, até o presente momento foi feita a revisão das NRs 01 e 12, e a revogação da NR 2, após a realização de estudos e debates pela Comissão Tripartite Paritária Permanente do Ministério da Economia, onde houve consenso integral entre governo, empregadores e trabalhadores.

A NR 1, que trata das disposições gerais sobre saúde e segurança no trabalho, teve seu texto modernizado para se tornar mais ajustado à realidade atual, reduzindo a burocracia. O principal benefício para o setor empresarial está direcionado ao tratamento diferenciado para as microempresas e empresas de pequeno porte. No que diz respeito à capacitação, por exemplo, será permitido o aproveitamento total e parcial de treinamentos quando um trabalhador muda de emprego dentro da mesma atividade.

A revogação da NR 2 pela Portaria nº 915/2019 desburocratiza e reduz a intervenção estatal nas atividades privadas, o que tende a melhorar o ambiente de negócios. A norma tratava acerca da exigência de inspeção prévia de trabalho para abertura de estabelecimentos.

A revisão da NR 12, que trata de norma referente à segurança do trabalho em máquinas e equipamentos, objetiva simplificar a interpretação e aplicação das regras, alinhando os procedimentos aos padrões internacionais de operação de máquinas. Com as mudanças, o texto diminui o ônus das empresas, além dirimir dúvidas a respeito de sua correta aplicação.

Além das mudanças já apresentadas, foi anunciada também a revisão de outras normas regulamentadoras, portarias e instruções normativas, bem como a consolidação de decretos relativos às relações trabalhistas. Os processos revisionais serão deflagrados nos próximos meses, mediante consultas públicas e reuniões.

NOTÍCIAS

Consumidores devem comprar roupas no Dia dos Pais

Roupas (58,7%), perfumes e cosméticos (12,2%) e calçados (11,0%) devem liderar a lista de presentes para o Dia dos Pais em Santa Catarina, conforme a pesquisa de intenção de compras realizada pela Fecomércio SC em sete cidades do Estado.

Fecomércio SC e MP estreitam relações institucionais

O Procurador-Geral de Justiça, Fernando da Silva Comin, participou esta semana da reunião do Conselho de Representantes da Fecomércio SC, onde falou sobre compliance, transparência nos incentivos fiscais e segurança pública, eixos em comum com a Federação.

Selic atinge mínima histórica com corte do BC

O Copom reduziu a taxa básica de juros da economia em 0,5 ponto percentual após 16 meses. A Selic passou de 6,5% para 6,0%, registrando a nova mínima histórica desde a adoção do regime de metas de inflação, em 1999.






correiootaciliense




Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense