ivc.png

Polêmica da LDO: Denúncias apontam suposto desabastecimento em frota. Prefeito responde alegações

De acordo com o prefeito Luiz Carlos Xavier, o Tio Ligas, aprovação da LDO somente nesta quarta-feira, não interferiu no funcionamento da Secretaria de Saúde. Vereador afirma que Lei não foi aprovada porque emendas foram ignoradas

Correio Otaciliense
Foto: Divulgação

As recentes alegações e declarações veiculadas que davam conta de que teria ocorrido desabastecimento de combustíveis na frota da Secretaria de Saúde foram desmentidas pelo prefeito Luiz Carlos Xavier, o Tio Ligas, no início da tarde deste sábado, 5.


Além das alegações de desabastecimento da frota, também teriam circulado informações de que o transporte de um paciente que tinha hemodiálise marcada teria sido desmarcado por algum servidor ligado à Secretaria de Saúde, pois o carro que faria o transporte do paciente estaria sem combustível e, em virtude de a Lei de Diretrizes Orçamentárias / Lei Orçamentária Atual ainda não teria sido aprovada na câmara de vereadores e sancionada pelo prefeito, isso inviabilizaria o abastecimento dos veículos da secretaria, já que o orçamento de 2019 não poderia ser aberto sem a sanção da lei.


Em contato com nossa redação, Tio Ligas esclareceu que, em dezembro, a câmara reprovou a LDO/LOA, motivo pelo qual solicitou a seção extraordinária que reapreciou a matéria nesta quinta-feira, 3, quando os vereadores aprovaram a lei. Tio Ligas ainda afirmou desconhecer o episódio envolvendo o paciente de hemodiálise, e informou que nenhum paciente deixou de ser atendido durante o período do recesso. "Haveriam alguns problemas se a câmara não aprovasse a lei nesta quinta-feira, mas com a aprovação tudo voltou ao normal", afirmou Tio Ligas.


*Secretária de Saúde desmente caso do paciente com hemodiálise*


Nossa redação entrou em contato com a Secretária de Saúde, Dorozeti Lima, que desmentiu a suposta ligação desmarcando o transporte do paciente de hemodiálise. Segundo Dorozeti, atualmente o município transporta seis pacientes, junto com seus acompanhantes, para a realização do procedimento. "Não foi realizada nenhuma ligação para qualquer um dos pacientes desmarcando", afirmou, por mensagem, a Secretária.


A Secretária informou, ainda, que já havia montado uma estratégia em conjunto com a Gerente de Transportes, para realizar o transporte dos pacientes, caso a Câmara de Vereadores tivesse reprovado novamente a LDO.


*Lei não foi aprovada porque emendas foram ignoradas, afirma vereador*


Em entrevista à Rádio Clube, de Lages, o vice-prefeito culpou os vereadores de oposição pelo imbróglio que se originou com a não-aprovação da lei.


Um dos responsáveis pela reprovação da LDO em dezembro, o vereador Denilson Padilha (MDB) afirmou que a culpa pela reprovação da lei, em dezembro, é da bancada da situação, que teria desconsiderado várias emendas realizadas por ele, numa atitude, a seu ver, de desconsideração dos Edis. "Minhas emendas tiveram parecer negativo na comissão de legislação, constituição e justiça, uma atitude que era comum por parte deles", reclamou Padilha.


Ele salientou que as emendas eram para evitar a aprovação de projetos genéricos, forçando o poder executivo a dialogar com a câmara. "Como eles reprovaram minhas emendas, naturalmente nós do MDB votaríamos contra a aprovação, mas fomos acompanhados por outros três vereadores", finalizou.





correiootaciliense




Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense