ivc.png

Coronavírus: reunião do Gabinete Emergencial debate situação hospitalar regional e definirá novas estratégias de combate à Covid-19

Como Lages é referência regional em atendimento à Saúde Pública, seja através do Sistema Único de Saúde (SUS) ou da própria rede privada, o aumento da ocupação dos leitos gerais de UTIs adulto chegou a um índice de 92% na região

Iran Rosa de Moraes

Em videoconferência realizada na manhã desta segunda-feira (13 de julho) o Gabinete Emergencial de combate e prevenção ao novo Coronavírus (Covid-19), debateu a atual situação de Lages em relação à pandemia. Em questão de uma semana, a classificação da Serra Catarinense se elevou da situação de "alto risco" estando bem próximo da situação considerada "grave".

Como Lages é referência regional em atendimento à Saúde Pública, seja através do Sistema Único de Saúde (SUS) ou da própria rede privada, o aumento da ocupação dos leitos gerais de UTIs adulto chegou a um índice de 92% na região (dados do boletim epidemiológico da Secretaria Municipal da Saúde desta segunda, dia 13).

O que tem chamado a atenção também, neste novo quadro pandêmico regional, é que o maior número de contaminados pelo novo Coronavírus, na última semana, está na faixa etária de 20 a 39 anos de idade.

Segundo o diretor do Hospital Tereza Ramos, Fábio Lage, o problema para aumentar o número de leitos esbarra na dificuldade de se contratar novos médicos, assim como de outros profissionais de saúde. "Precisamos no mínimo, hoje, da contratação de mais 12 médicos", disse o diretor.

O diretor-presidente do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, Dr. Ronny Westphal, salientou que todos os leitos de UTIs disponíveis estão lotadas, neste hospital. "Temos necessidade de contratação de novos profissionais de saúde, para que sejam abertos novos leitos", alertou.

Por sua vez a diretora regional de Saúde, Daniela Rosa de Oliveira, afirmou que o Governo do Estado deverá fornecer mais 10 novos respiradores e monitores, caso o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres tenha condições de abrir outros 10 novos leitos de UTI para a Covid-19.

No entanto, a diretora do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, Andréia Berto, ressaltou, na videoconferência, que o maior problema, para que se concretize a abertura destes novos leitos está na dificuldade de contratação de novos profissionais.

Diante da série de questões técnicas de operacionalidade do sistema de Saúde Pública no município de Lages, o prefeito Antonio Ceron disse que a reunião do Gabinete de Emergência ficará aberta, permanentemente, como um canal de debate e com o objetivo de se encontrar as soluções necessárias para cada problema em particular e para que de uma forma geral a situação de atendimento à Saúde não saia de controle.

"Pelo que avaliamos, diante de todos os posicionamentos nesta nova videoconferência, é preciso mais do que nunca a união e o engajamento de todos os entes representativos no Gabinete de Emergência. Também ficou clara a necessidade de organizarmos uma campanha de conscientização geral sobre o momento grave da pandemia, em nossa região, pois os próximos 15 dias serão determinantes, tendo em vista o crescimento significativo de casos do novo Coronavírus", falou o prefeito Ceron.

O prefeito disse também que aguarda novo posicionamento do Governo do Estado em relação às medidas adotadas e a serem adotadas diante no quadro mais recente da pandemia, em nível de Estado de Santa Catarina. "O município também fará reuniões com os segmentos econômicos ainda hoje e amanhã para definirmos novas ações na cidade", comentou o prefeito Ceron.






correiootaciliense




Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense