ivc.png

Campanha Janeiro Branco incentiva o cuidado com a saúde mental

Psicólogos vão fazer uma live para promover a conscientização sobre o tema

Elaine Leal
Foto: Elaine Leal

Uma otaciliense, que preferiu não se identificar, destacou que sua experiência em fazer terapia para entender melhor a existência, os conflitos do dia-a-dia e a si mesma foi muito positiva. Ela confessou que ainda não é fácil falar a respeito das coisas e situações que geram incômodo em seu interior, mas que procurar um psicólogo foi a melhor maneira para enfrentar os contratempos da vida. "Iniciar este processo com o Felippe me ajudou muito em vários aspectos e a trabalhar melhor os diversos contratempos que tive. Cheguei ao fundo do poço. Hoje, me sinto mais preparada para lidar com os problemas do cotidiano", afirmou. 

Fazer terapia, conforme a otaciliense, desenvolveu nela mais paciência e o senso de que não precisa se preocupar com as coisas banais que podem ou não acontecer. Ela deixou a timidez de lado e se conhece mais. "Não me sinto mal por não gostar de certas coisas, como antigamente. Me sinto bem fazendo terapia. Agradeço toda ajuda que tive desse profissional".

O psicólogo Luiz Felippe de Liz, que faz o atendimento da personagem da nossa matéria, explicou que a Campanha Janeiro Branco busca conscientizar a população sobre a importância do cuidado com as saúdes mental e emocional, além de quebrar o tabu que acaba impedindo a busca por profissionais da psicologia. "Hoje em dia se observa que está menos resistente a procura por um psicólogo, porém ainda existem algumas barreiras. Geralmente, está relacionado com a vergonha, o medo do que as pessoas vão dizer. Pois, o fato de procurar ajuda psicológica indica que a pessoa está em estado de loucura, histeria, onde existe o receio de ser classificada pela sociedade como uma pessoa desequilibrada ou surtada".

Janeiro Branco

Felippe e Amanda Pereira são psicólogos que atendem no município de Otacílio Costa e estão se mobilizando para promover ações de conscientização sobre a temática, uma vez que a pandemia gerou mudanças extremas que impactou emocionalmente as pessoas e suas rotinas. "...diante das possibilidades vamos usar os meios de comunicação como fonte de informação, através de uma live com profissionais da área da psicologia durante o mês de janeiro", anotou.

Eles também lembraram que o Janeiro Branco foi criado em 2014 por psicólogos brasileiros. O mês de Janeiro foi escolhido pois representa simbólica e culturalmente o mês de renovação de esperanças e projetos na vida das pessoas. "A conscientização se torna fundamental porque vivemos em um mundo que hipervaloriza as aparências, sem demostrar nenhum sinal de fraqueza. Mesmo diante da pandemia e com todas as limitações, decidimos não deixar de promover ações de conscientização".

Os profissionais ponderaram que existem situações nas quais as pessoas conseguem superar sozinhas, porém, existem algumas condições e momentos pelos quais o ser humano passa, que necessitam de uma ajuda especializada para compreender com mais profundidade as variáveis que fundamentam o "problema". "Pois, se existe alguma fixação em cima daquele problema as tendências de se desenvolver algum transtorno mental é maior, por isso precisa-se de uma terapia para poder ressignificar toda a complexidade das situações que envolvem aquele problema ou situação que lhe causa algum desconforto psicológico", finalizaram.

A live vai acontecer pela página do Facebook do jornal Correio Otaciliese no dia 28 de janeiro, às 20h.






correiootaciliense




Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense