ivc.png

Operação Sutura

Polícia Civil prende 15 pessoas e cumpre 32 mandados de busca e apreensão em operação contra desvios na Saúde

13 Junho 2018 07:32:00

A investigação começou há dois anos, por uma orientação do MPSC e do Ministério Público de Contas.

SECOM/ SC

A Polícia Civil de Santa Catarina prendeu 15 pessoas de forma temporária e cumpriu outros 32 mandados de busca e apreensão nesta terça-feira, 12, por conta da Operação Sutura, que investiga desvios na área da Saúde Pública por meio de uma organização social (OS) nos municípios de Penha e Itapema, no Litoral Norte do Estado. A investigação é comandada pela Divisão de Combate a Crimes Contra o Patrimônio Público (DCCPP/Deic) e pelo Laboratório de Lavagem de Dinheiro (LAB-LD/Deic), com o apoio do Ministério Público (MPSC) e do Ministério Público de Contas.

Os mandados judiciais desta terça foram cumpridos nas cidades de Penha, Balneário Piçarras, Joinville, Garuva, Timbó, Balneário Camboriú, Itapema e Sinop (MT). Mais de 80 agentes da Polícia Civil foram mobilizados para a tarefa. De acordo com o delegado Marcus Fraile, da Deic, as fraudes ocorreram entre os anos de 2011 e 2016. Os suspeitos são investigados pelos crimes de corrupção passiva, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

                                     

Saul Oliveira / Secom/


O sistema funcionava da seguinte forma: as prefeituras possuíam um convênio com a organização social, porém muitos dos serviços que constavam na prestação de contas não eram efetivamente prestados. A organização social, cujo responsável também é dono do Hospital Nossa Senhora da Penha, contratava supostos serviços com empresas que emitiam notas, porém o dinheiro, no fim das contas, retornava aos responsáveis pela OS.

Cerca de R$ 8 milhões desviados

Ao todo, as prefeituras repassaram quase R$ 23 milhões para a organização social investigada. Desse total, a Polícia Civil acredita que até 40% possa ter sido desviado, um valor que ultrapassa os R$ 8 milhões. A investigação começou há dois anos, por uma orientação do MPSC e do Ministério Público de Contas.

"A investigação foi bem complexa e envolveu vários métodos, como a quebra de sigilo bancário e fiscal. Pode-se dizer que 90% das empresas prestadoras de serviço eram dos próprios dirigentes da organização social. Então o dinheiro ficava com eles mesmos", explica Fraile.

Segundo o delegado, havia três núcleos envolvidos nas fraudes. O primeiro era o de agentes públicos, coniventes com o esquema e que chegavam até mesmo a receber valores dos responsáveis pela organização social. Havia ainda o núcleo familiar, dos dirigentes da organização social, e o núcleo empresarial, que emitia notas fraudulentas de serviços que sequer chegavam a ser realizados.

Ainda durante essa fase da Operação Sutura, foram sequestrados bens dos investigados, cujos valores são calculados em R$ 1,5 milhão. Segundo o delegado Fraile, o prazo para a conclusão do inquérito é de 30 dias. Nesse período, serão tomados depoimentos dos investigados. As prisões temporárias têm um prazo de cinco dias, podendo ser prorrogados por mais cinco.



Leia mais sobre Segurança Pública


$materia.imagensDestaque.titulo
12 Setembro 2018 13:26:00
FORÇAS DE SEGURANÇA

A Polícia Militar de Santa Catarina é uma das instituições que está representando o Brasil no evento.

Autor: Assessoria por CO

$materia.imagensDestaque.titulo
10 Setembro 2018 13:24:00
SEGURANÇA NO INTERIOR

Ações de proteção e orientação foram realizadas em 37 localidades

Autor: Assessoria por CO

$materia.imagensDestaque.titulo
08 Setembro 2018 12:22:59


$materia.imagensDestaque.titulo
30 Agosto 2018 00:31:00

Ação rápida da PM, em conjunto com a guarnição de Curitibanos, resultou na prisão do bandido.

Autor: Correio Otaciliense / CO

$materia.imagensDestaque.titulo
28 Agosto 2018 12:24:00

As buscas pelo suspeito continuam

Autor: Assessoria por CO

$materia.imagensDestaque.titulo
27 Agosto 2018 22:57:00

Autor: Correio Otaciliense / CO

$materia.imagensDestaque.titulo
24 Agosto 2018 09:53:00

Autor: Elaine Leal/ CO

23 Agosto 2018 23:36:00

Circuito de monitoramento ajudou na identificação do suspeito.


$materia.imagensDestaque.titulo
23 Agosto 2018 11:46:00

Todo dinheiro do caixa foi levado.

Autor: Correio Otaciliense / CO

$materia.imagensDestaque.titulo
21 Agosto 2018 16:27:00

Os policiais encontraram cerca de 150 quilos de carne e uma espingarda calibre 20.

Autor: Catarinas Comunicação por CO

$materia.imagensDestaque.titulo
17 Agosto 2018 14:13:00

Todo o material estava numa única propriedade.

Autor: Assessoria por CO

$materia.imagensDestaque.titulo
11 Agosto 2018 16:44:00

O fato ocorreu no bairro Santa Catarina, em Lages.

Autor: Assessoria por CO

$materia.imagensDestaque.titulo
03 Agosto 2018 20:16:00

Autor: Correio Otaciliense / CO

03 Agosto 2018 13:22:00

A polícia acredita que os criminosos estejam escondidos no mato e fechou o cerco na região.

Autor: Assessoria por CO

$materia.imagensDestaque.titulo
02 Agosto 2018 15:41:00
OPERAÇÃO EMERGÊNCIA

A operação é conduzida pelo núcleo regional de Lages do GAECO

Autor: Assessoria por CO

$materia.imagensDestaque.titulo
02 Agosto 2018 11:13:00

Tiro não teria sido disparado com intenção de acertar o homem.


$materia.imagensDestaque.titulo
02 Agosto 2018 09:32:00

Uma vítima teria sido socorrida pelos Bombeiros com ferimento de arma de fogo na cabeça.


$materia.imagensDestaque.titulo
27 Julho 2018 11:25:00

O grupo agia geralmente no período da noite.

Autor: Assessoria por CO

$materia.imagensDestaque.titulo
20 Julho 2018 15:18:00

Segundo a Polícia, foram encontrados 12 quilos de substância semelhante a 'maconha' na casa do suspeito.

Autor: Assessoria por CO

$materia.imagensDestaque.titulo
08 Julho 2018 13:28:00

Autor: Correio Otaciliense / CO



banner_site.png


correiootaciliense




Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense