ivc.png

#GENTEDAGENTE

Uma artesã de memórias: dona de pousada em Bocaina do Sul tem mais de oitenta livros publicados

A história da Blumenauense que veio para a Bocaina do Sul para um ano sabático e nunca mais deixou a Serra.

Redação CO

Reviver e ressignificar a história de instituições, empresas e grandes personagens da história. É a partir destes objetivos que a escritora Christina Elisa Baumgarten, de 65 anos, alcançou uma marca invejável mesmo para os mais prolíficos escritores: mais de 80 livros publicados, resgatando e preservando histórias inspiradoras de pessoas e instituições. Natural de Blumenau, a escritora ainda faz, do ofício, a realização de seu grande sonho.

"Sempre sonhei em ser escritora. Desde menina rabiscava frases soltas em papéis, escrevia poesias e as publicava nos jornaizinhos da minha escola. Mas, naquele tempo, escritor nem era considerado profissão, e só excêntricos de famílias ricas é que podiam dar-se a este "luxo", o "beletrismo"", conta.

Pelas mãos da escritora nasceram diversas biografias, dentre elas a de Walter Mogk, um dos pioneiros do cinema brasileiro e fundador do primeiro cinema de Santa Catarina, além de resgates históricos de instituições como a Fiesc e Senai de Blumenau. Somam-se a estes, volumes que resgatam a história de municípios e até de alguns dos grandes rios do sul do país.

Ela fala da importância dos livros como ferramenta de resgate e manutenção da identidade de uma povo. "Sempre acreditei que os livros são o maior tesouro de uma sociedade e que as empresas podem aproveitar este excelente veículo para contar sua história, destacando sua imagem, então transformei isto num produto, criei o Projeto Resgate da Memória, para o qual desenvolvi uma metodologia única e em função deste produto surgiu a HB Editora".

Uma história de persistência e inovação

Apesar de o sonho ser antigo, foi somente aos 36 anos que Christina encarou, de fato, o desafio de tentar fazer o que amava. No início ela precisou montar um pequeno escritório de assessoria de comunicação e lidou com muias portas fechadas durante o período, e foi num novo produto, criado por ela com uma metodologia original, que ela conseguiu alcançar seu objetivo de viver da escrita. "Procurei as empresas, entidades e instituições que comemoravam datas especiais e propus a edição de livros contando a sua história. O sucesso obtido com uma idéia diferente foi o maior agente de propaganda do meu negócio e a expansão surgiu de forma natural". O negócio deu tão certo que, só como memorialista corporativa são mais de 75 obras publicadas.

Ela finaliza falando sobre a motivação por trás de cada trabalhdo que ela realiza. "Quando inicio um trabalho sinto-me com o poder de uma velha curandeira, que bate com seu cajado no chão. A batida reverbera, cria novos veios no chão batido das memórias esquecidas e, dessa forma, a história é revivida e ressignificada. A alegria das famílias, dos colaboradores e dos partícipes nesse processo é inefável, incomparável. A partir do meu trabalho as pessoas reencontram-se com a sua essência, redescobrem seu DNA e, muitas vezes, até redirecionam sua vida."

Além de historiografias, Christina também tem obras publicadas em outras vertentes editoriais, como romances históricos, biografias romanceadas e um livro de poesias.








WhatsApp Image 2021-04-26 at 08.59.40.jpeg

16133910719710.jpeg

correiootaciliense


Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense