Siga-nos nas Redes Sociais:

Diretoria da Sociedade Dom Daniel Hostin formaliza renúncia coletiva

Uma nota de repúdio foi publicada e assinada por seis dos onze membros da diretoria, que foi afastada em 06 de maio de 2021, com a intervenção decretada pelo prefeito Fabiano Baldessar

Redação CO

A diretoria da Sociedade Dom Daniel Hostin, entidade mantenedora do Hospital Santa Clara, formalizou sua renúncia coletiva ao mandato atual, que duraria até março de 2025. O ato acontece pouco mais de dois meses após o início do segundo período da intervenção decretada pelo prefeito Fabiano Baldessar, que assumiu todos os equipamentos e estrutura do Hospital Santa Clara, afastando os membros da diretoria da Sociedade do comando da unidade hospitalar.

A intervenção foi decretada no início de maio e foi renovada em novembro. Na nota, assinada por seis dos onze membros da diretoria, os sócios reclamaram da intervenção que, segundo eles, foi efetuada "...com justificativas banais e incabíveis", afirmaram no texto da nota.

Ainda na nota, os sócios afirmam que tinham esperança de que seriam chamados pelo prefeito Fabiano Baldessar, ou pela interventora nomeada por ele, Beatriz Mesquita, para uma reunião, o que não aconteceu, e explicam, ainda, que não foram comunicados sobre a decisão do prefeito. A nota também faz outras críticas.

A nota termina agradecendo os colaboradores que estiveram junto à gestão dos mandatários, que estavam à frente da Sociedade. Com a renúncia, uma nova eleição deverá ser convocada para compor a diretoria que deverá comandar o HSC após o período de intervenção. 

Intervenção pode ser prorrogada períodos sucessivos

No decreto 3033/2021, datado de 05 de maio de 2021, o prefeito Fabiano Baldessar enumerou uma série de considerações a partir das quais decidiu decretar a intervenção pela modalidade de requisição administrativa.

O decreto, que estabelece os parâmetros da intervenção, determinou vigência de até 180 dias, podendo ser prorrogado por períodos sucessivos, de acordo com a necessidade. Além disso, o decreto também estabeleceu que não seria efetuada eleição para diretoria da Sociedade Dom Daniel Hostin enquanto vigorasse a intervenção.

Confira o que diz a nota

NOTA DE REPÚDIO CUMULADA COM RENÚNCIA TOTAL DOS CARGOS DA DIRETORIA ELEITA DA SOCIEDADE BENEFICENTE DOM DANIEL HOSTIN


     Os sócios eleitos em 02 de março de 2020, por aclamação, conforme previsão no Estatuto Geral, artigo 61, sendo Conselho Deliberativo: NELSON KUCKI, VANDO AVILA, MARIZETE MAFRA, Conselho Fiscal: ANTONIO BUENO, ORLANDO ARMENIO, ACÍLIO ESPINDOLA, 1º Tesoureiro: ALCIONE RODRIGUES DE LIMA, 2º Tesoureiro: AMADEUS BOA VENTURA, 1º Secretário: ANA GABRIELLA PEREIRA, 2º Secretário: EDSON VALENTE, Vice-Presidente: PAULO ZAMBONATTO, Presidente: THATIANY APARECIDA WALTRICK TESSAROLLO.
    Vale ressaltar, que na data de 13 de maio de 2019, houve a entrada de novos sócios e na data de 21 de dezembro de 2020, por assembleia foram retirados todos os sócios inadimplentes da Sociedade, por conseguinte houve a mudança do estatuto na mesma data, conforme previsão do artigo 63,do Estatuto da Entidade, o qual prorroga o período de de gestão diretoria eleita para 05 (cinco) anos, podendo haver reeleição, sendo que o final desta gestão seria em 02 de março de 2025.
    Ocorre que no ano de 2021, após posse do atual prefeito Fabiano Baldessar, o mesmo emitiu Decreto Municipal, retirando toda a diretoria, com justificativas banaias e incabíveis, o qual tomou e toma posse de toda estrutura da entidade, desvinculando na época funcionários que tinham qualquer tipo de relação com a Diretoria.
Como modo de justiça a diretoria atual buscou respaldo jurídico por meio de Mandado de Segurança, o qual foi negado em primeira instância pelo Juiz Guilherme Mazuco, indeferindo os pedidos formulados, por temer a ordem e estrutura da entidade, por estar em momento de calamidade pública (COVID) e atualmente o processo se encontra no Tribunal de Justiça aguardando julgamento.
O prefeito eleito, nomeia BEATRIZ MESQUITA, residente e domiciliada na cidade de Correia Pinto, como interventora, informa o mesmo a população que irá providenciar uma auditoria no prazo de seis meses, sob a suspeita de desvio de verbas. Ocorre, que no ano de 2021 ainda, o prefeito municipal FABIANO BALDESSAR, prorroga o decreto, por um período superior, tudo com aprovação dos vereadores eleitos, os quais seguiram a determinação do prefeito para não haver oposição e não se envolver na tamanha ingratidão e simulação já pensada anteriormente.
Durante o período, a interventora BEATRIZ MESQUITA e a contadora da instituição TATIANE MORAES, utilizaram o nome de toda diretoria, frente a todos os órgãos públicos, como Receita Federal, INSS, instituições financeiras, e em especial da assinatura eletrônica da atual Presidente THATIANY APARECIDA WALTRICK TESSAROLLO, isso tudo com o chamado token digital, o qual gerou Boletim de Ocorrência na delegacia de Otacílio Costa, por falsidade ideológica, em desfavor dos citados acima.
Ocorre, que até o presente momento, e na esperança desta diretoria, em no mínimo ter um pouco de respeito pelo trabalho e nome deixado e efetuado pela Instituição, aguardou o NOBRE Prefeito FABIANO BALDESSAR e ou por parte da experiente interventora BEATRIZ MESQUITA, para uma reunião, onde demonstrasse os valores auditados, as dívidas, o planejamento, os recursos recebidos e utilizados no ano de 2021, porém sem nenhum tipo de escrúpulo o ano se encerra e nada é efetuado e tudo se torna normal. A população se acomoda, os políticos acham normal, e o prefeito não presta nenhum tipo de conta nem para a diretoria e muito menos a população, no início fez todo um teatro e agora passado meses tudo está NORMAL.
Esta diretoria vem esclarecer, que em momento algum foi comunicada, ou aceitou esse tipo de decisão do prefeito eleito, em retirar a entidade de uma diretoria que vinha lutando anos, para colocar todas as desordens deixadas por políticos de muitos anos anteriores, o que criou grande decepção e ingratidão por todo trabalho VOLUNTÁRIO oferecido ao Hospital Santa Clara.
Deste modo, queremos aqui, AGRADECER a todos os colaboradores que estiveram conosco durante esta empreitada, a Catiana Valente por sua força e coragem, as empresas que confiaram em nosso trabalho, a diretoria em acreditar que a ALA COVID e o Hospital Santa Clara tinha possibilidades em atender e salvar muitas pessoas inclusive uma grande maioria do município de Otacílio Costa, com coragem e como verdadeiros desbravadores, não podemos deixar de agradecer aos médicos que estiveram lado a lado, a Secretaria Municipal e Câmara de Vereadores do ano de 2020, a imprensa local, e em especial a toda comunidade que com o pouco ou muito que possuía sempre acreditou no trabalho e na esperança de dias melhores desta instituição coordenada por esta DIRETORIA.
Foram anos de dedicação e amor, sem hora, sem dia, muitas vezes sem se alimentar direito, sem estar com a família, em prol de uma cidade, de uma população, da saúde e em especial da VIDA.
Fica aqui nossa eterna gratidão, e votos para que o NOBRE Prefeito FABIANO BALDESSAR, tenha dignidade e cumpra com as palavras e promessas que utilizou em seus diversos discursos de campanha durante a eleição do ano de 2020.
Nos despedimos com a consciência tranquila, de cabeça erguida e na certeza que fizemos e nos doamos ao melhor para todos, sem distinção de partido, cor e raça.
Nosso muito obrigada, a toda população de Otacílio Costa.
DEUS EM SUA INFINITA BONDADE PROTEJA ESSE POVO, E NÃO PERMITA NUNCA SEREM UTILIZADOS E DESCARTADOS PELO PODER.
NELSON KUCKI ANTONIO BUENO
VANDO AVILA ORLANDO ARMÊNIO
MARIZETE MAFRA ACÍLIO ESPÍNDOLA
ALCIONE RODRIGUES LIMA AMADEUS BOAVENTURA
ANA PEREIRA EDSON VALENTE
PAULO ZAMBONATO THATIANY TESSAROLLO







WhatsApp Image 2021-04-26 at 08.59.40.jpeg

16133910719710.jpeg

correiootaciliense


Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense