ivc.png

Saúde

Com falta de vacinas em seis estados, Ministro da Saúde aponta 'excesso de vacinas no Brasil'

Santa Catarina é um dos listados com problemas na aplicação da segunda dose

Ricardo Alves/CO
Foto: Reprodução/G1

Apesar de seis estados do Brasil estarem com problemas para finalizar a imunização com a segunda dose, principalmente da Astrazeneca, o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, elogiou o sistema de distribuição do Governo Federal e apontou "excesso de vacinas no Brasil".

Santa Catarina, junto com São Paulo, Bahia, Rio Grande, do Sul, Rio Grande do Norte e Espírito Santo, é um dos estados que enfrenta problemas com a falta de vacinas, inclusive na terça-feira, 14, a Prefeitura de Lages comunicou o esgotamento do estoque de imunizantes para a primeira dose de adultos com 18 anos ou mais.

"Há excesso de vacina na realidade. O Brasil já distribuiu 170 milhões de doses de vacinas, 210 milhões já foram aplicadas, hoje nós já temos doses pra vacinar todos os brasileiros acima de 18 anos com a primeira dose, agora, naturalmente, há um anseio de avançar, por exemplo, nessa dose de reforço, ou terceira dose, naqueles indivíduos que são mais vulneráveis", comentou Queiroga.

O ministro, que esteve no Aeroporto Internacional de Guarulhos nesta quarta-feira, 15, acusou os estados de usarem o imunizante destinado para a segunda dose a fim de acelerar o calendário. "Precisa acabar com essas narrativas de falta de vacina. Isso não é procedente, o Brasil vai muito bem. O Brasil já é dos países que mais vacinam no mundo", disse o ministro.

Segundo dados do site Our World in Data, o Brasil já vacinou 215 milhões de pessoas com pelo menos a primeira dose, o que totaliza 35,7% da população.







WhatsApp Image 2021-04-26 at 08.59.40.jpeg

16133910719710.jpeg

correiootaciliense


Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense