Siga-nos nas Redes Sociais:

Saúde

Santa Catarina distribui vacinas da Pfizer e AstraZeneca para a aplicação da segunda dose e reforço

Municípios ainda necessitam concluir a vacinação da população adulta

Secom
Foto: Dado Ruvic/Ilustração/Reuter

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde do Estado distribui nesta quarta-feira, 3, nova remessa com 227.296 doses da vacina contra a Covid-19. Serão encaminhadas 28.270 doses da AstraZeneca para a conclusão dos esquemas vacinais iniciados com este imunizante na população adulta com 18 anos ou mais; 77.184 doses da Pfizer para aplicação da segunda dose (D2), além de outras 114.906 doses da Pfizer para aplicação da dose de reforço (DR) na população idosa, com 60 anos ou mais.

A distribuição das doses começou pela manhã e segue ao longo da tarde desta quarta. As doses das centrais de São Miguel do Oeste, Chapecó, Xanxerê, Concórdia, Videira e Joaçaba estão sendo transportadas pelo avião do Corpo de Bombeiros Militar. Já as doses das centrais de Lages, Rio do Sul, Blumenau, Grande Florianópolis, Itajaí, Tubarão, Criciúma, Araranguá, Jaraguá do Sul, Joinville, Mafra e Blumenau seguem via terrestre.

Para o envio desta nova remessa, a Gerência de Doenças Infecciosas Agudas e Imunização (GEDIM), da DIVE/SC, realizou um levantamento junto às Secretarias Municipais de Saúde, o qual demonstrou que 22 municípios ainda precisavam de doses da vacina AstraZeneca para concluir os esquemas vacinais da população adulta.

Com relação às doses da vacina Pfizer para uso como D2 e DR, o envio também será feito considerando a solicitação dos municípios, tendo em vista que a validade dessas vacinas é de 31 dias em temperatura de +2°C a +8°C e as Secretarias Municipais de Saúde precisam usar o imunizante nesse período para que não ocorra perda de vacinas. Desta forma, as equipes municipais foram previamente informadas sobre a remessa para que pudessem solicitar a quantidade adequada a ser recebida para uso no período de 31 dias.

O diretor de vigilância epidemiológica de Santa Catarina, João Augusto Brancher Fuck, explicou que os municípios podem remanejar o uso de D2 e DR, considerando a informação sobre as doses a serem recebidas. "Essa é uma ação importante, visando a utilizar as doses no período recomendado, ao mesmo tempo em que a vacinação da população é garantida, especialmente com a aplicação da dose de reforço (DR) em idosos que tenham completado o esquema vacinal com duas doses ou dose única há, pelo menos, cinco meses".








WhatsApp Image 2021-04-26 at 08.59.40.jpeg

16133910719710.jpeg

correiootaciliense


Logo_CO_rodape.png
IVC.jpeg

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense