Siga-nos nas Redes Sociais:




SEGURANÇA

Otacilienses alertam para golpe, via redes sociais, na cidade

Golpistas estão clonando contas e tentando vender itens na Capital da Madeira

Alisson Magalhães / CO

Imagine estar saindo de casa e ser abordado por outra pessoa, que foi até sua casa para retirar um item que ele teria comprado, via redes sociais, e o suposto vendedor deu o seu endereço e a foto da sua casa como ponto de retirada. Detalhe: você não faz ideia do que está acontecendo e nunca vendeu nada pela internet.

A cena inusitada pegou de surpresa, na última terça-feira, 10, o casal Jéssica Souza e Rodrigo Vargas, moradores do bairro Santa Catarina. "Estávamos saindo de casa quando esse rapaz, que levou o golpe, nos abordou e perguntou se a Isadora morava aqui, que tinha comprado uma televisão e já tinha depositado metade do valor, via Pix, e tinha passado nosso endereço para retirada", conta Jéssica.

Eles informaram ao rapaz que não estavam vendendo nenhum item e se manifestaram, via redes sociais, para alertar os amigos. Na postagem, outras pessoas revelaram que também foram abordados pelos criminosos.

Clonagem de rede social e fotos do Google Maps com endereço

O rapaz, citado por Jéssica, é morador do bairro Fátima. Conversamos com João (nome fictício - ele pediu para não ter a identidade divulgada), o rapaz que foi até a casa de Jéssica para "retirar" a televisão. Ele nos explicou como os golpistas acabaram convencendo seu pai, que só não teve um prejuízo maior porque só realizou metade do pagamento combinado pela Tv.

Tudo começa com os golpistas, hackeando as contas das redes sociais de algum conhecido, começam a oferecer itens pelas contas. "Neste caso, hackearam o Instagram da T.G. e postaram algo como 'Pessoal, um casal de amigos está se mudando e estão vendendo algumas coisas'. Aí o meu pai tinha interesse em uma televisão que estava lá. Conversamos com o perfil, que fingia ser a T., e mostrou confiança, afinal ela é conhecida né, e o perfil dizia que tinha várias pessoas interessadas já e pra fazer o pagamento. Por sorte ele só pagou metade do valor, para "reservar" pra ele", revelou João.

Após o pagamento, segundo João, os golpistas passaram o endereço e a foto da casa de Jéssica e Rodrigo, para que o item fosse retirado por eles. Chegando lá, a surpresa. "O Pai pediu pra eu ir com ele buscar a TV e fazer o pix do restante, quando chegasse lá. Por sorte, encontrei os donos reais da casa, que estavam saindo, e confirmaram que não eram eles que estavam vendendo. Os golpistas haviam mandado foto do Google Maps, da suposta casa", conta. 

Reprodução | Facebook do casal "Jéssica e Rodrigo".

Polícia Civil orienta sobre cuidados em transações on-line

Tanto o casal Jéssica e Rodrigo quanto João abriram Boletim de Ocorrência, comunicando a Polícia Civil a respeito dos fatos. Esta é uma das orientações, inclusive, do delegado Silvio Dantas, responsável pela delegacia da comarca de Otacílio Costa. Ele também deu orientações a respeito de cuidados que qualquer pessoa pode tomar para não ser vítima deste tipo de ação. "Quando for fechar o negócio, seja casa, carro, ou algum outro item, o ideal é verificar in loco (presencialmente). Se não for possível, que a pessoa procure se cercar de algumas cautelas legais, para que possa fazer um negócio com a maior segurança possível, evitando cair nesse tipo de golpe", orienta.

A Polícia Civil preparou uma cartilha com diversas informações a respeito de vários golpes conhecidos, que vêm fazendo vítimas, já há algum tempo, em Santa Catarina, para ajudar os catarinenses a se protegerem contra as ações dos golpistas.

::Baixe a cartilha clicando aqui.::


Como aumentar a segurança das suas redes sociais

Com o avanço das redes sociais e a presença de cada vez mais empresas e profissionais independentes nestes espaços, a atratividade para a ação de golpistas passou a crescer, e quanto maior a popularidade, maior a chance de ser alvo da ação dos cibercriminosos. Conversamos com José Aroldo de Jesus, empresário otaciliense do ramo de acesso à internet, que recomendou algumas dicas que podem ajudar a aumentar sua segurança nas redes sociais.

Senhas fortes e checagem de segurança das redes

A primeira dica é sempre ter uma senha considerada forte pelos sistemas de login das redes sociais. Isso dificulta a ação dos hackers e protege a privacidade, principalmente para quem comercializa pela internet. São senhas com mais de 14 caracteres, misturando números e caracteres especiais como "@" e "$". Se puder alterar as senhas a cada 30 dias é ainda mais seguro. Além disso, nunca utilize informações pessoais como parte das senhas, como data de nascimento, casamento, nome ou sobrenome, etc.

Verificação de privacidade

Nas configurações das redes sociais, verifique se qualquer pessoa pode ter acesso aos seus dados e analise a privacidade. Se certifique de que apenas seus amigos possam ver informações particulares , como e-mail e telefone. Se a plataforma não dispor deste item de segurança, melhor não fornecer os dados.

Verificação em duas etapas

A maioria das redes sociais dispõem de um item de segurança adicional, ao login, chamado de verificação em duas etapas. O item faz com que, além da senha, qualquer pessoa que tente entrar na sua conta, a partir de um dispositivo no qual ela já não esteja logada, seja obrigado a digitar um segundo código, normalmente enviado para o telefone verificado da conta, no caso, o seu telefone. Esses códigos mudam a cada tentativa de login, e dificultam a ação dos hackers, já que eles precisariam ter acesso ao segundo código para que possam completar o processo de entrada em sua conta.

Não clique em links desconhecidos

Na maioria das vezes, esses links prometem vantagens mas escondem vírus que podem prejudicar seu dispositivo, além de dar acesso aos seus dados para os cibercriminosos. Por isso, sempre cheque com quem lhe mandou o link, se realmente foi ela quem lhe encaminhou e a que o link se refere. 

"Além destes cuidados, nunca desabilite o firewall do windows, no caso de seus computadores pessoais", finalizou Aroldo.




correiootaciliense


Logo_CO_rodape.png

Endereço: Rua Aristeu Andrioli, 592 - B. Pinheiros - Otacílio Costa - SC
Email: correiootaciliense@gmail.com
Telefone: (49) 3275 0857

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Correio Otaciliense